Queixas sobre dores nas pernas são muito mais frequentes nos consultórios do que se imagina. Apesar de sempre associarmos o cansaço nas pernas às varizes ou questões musculares, esse incômodo também pode indicar outros problemas. Todo mundo conhece alguém ou já foi acometido por dores súbitas nessa região. O conselho mais comumente ouvido é o de colocar as pernas para cima e esperar um pouco. A máxima popular é verdadeira, no entanto, homens e mulheres devem ficar atentos quando essas dores aparecerem, pois pode ser sinal de algo mais grave do que apenas cansaço.

Assim que a dor é identificada o ideal é procurar um médico vascular. Com o exame físico o médico já consegue identificar os principais sinais e com auxílio do exame complementar como o ecodoppler ou doppler vascular (ultrassonografia) é possível identificar qual é a melhor condução para o caso.

Normalmente o mais indicado para aliviar os sintomas são a prática de atividade física, uso de meias elásticas e repouso com os membros elevados ao fim do dia. Isso aliado ao tratamento sugerido pelo especialista que pode variar desde medicamentos, aplicação de injeções para “secar” os vasinhos e varizes, até intervenção cirúrgica, que pode ser realizada com o tratamento convencional ou por métodos mais modernos, como o laser e a espuma.

Para amenizar as dores, invista em sapatos confortáveis, o uso de salto alto por longo tempo por vários dias seguidos ou de calçados com solado muito rígido ou irregular pode agravar as dores musculares, articulares e as dores provocadas pelas varizes. 

O repouso ao fim do dia é essencial. Deixar os membros elevados por no mínimo meia hora é a melhor maneira de descansar as pernas, principalmente para quem fica em pé o dia todo. Além disso, caminhada é o exercício mais indicado para os pacientes que apresentam dor crônica nas pernas, pois além de melhorar o fluxo sanguíneo nos membros inferiores, também ajudam a melhorar a condição cardiovascular, o controle de peso e o combate a doenças como diabetes e dislipidemia.

O ideal é manter hábitos saudáveis como uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos regulares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?