Safena é um tipo de veia e nós temos quatro, sendo duas em cada perna: uma que começa no tornozelo (parte interna do pé) e vai até a virilha (safena magna), e a outra que começa no tornozelo (parte externa do pé) e termina na dobra do joelho (safena parva). As duas são passíveis de apresentarem refluxo, sendo a veia safena magna mais frequentemente acometida.

🔹 E como acontece o refluxo na safena?


A causa principal do refluxo nas veias safenas, é por herança genética, mas pode ser também por fator hormonal e traumas. E acontece assim: as safenas normalmente conduzem o sangue dos pés para as partes mais altas do corpo. Entretanto, essas veias podem dilatar e deixar de conduzir o sangue no sentido correto, e aí acontece o refluxo nas veias safenas.

E aí, como consequência, há a possibilidade de outras veias ficarem sobrecarregadas e desenvolverem outras varizes ou provocarem sintomas como inchaço e dores nas pernas. Nos casos mais avançados pode ocorrer a formação das úlceras varicosas (feridas nas pernas) que são bastante desagradáveis e muitas vezes muito dolorosas.

Normalmente, os sintomas clássicos que indicam problemas nas veias safenas são: dores e inchaço nas pernas, além da dilatação dessas veias.

🔹 Como é feito o diagnóstico?


A maneira mais confiável de avaliar as veias safenas é através de um exame de imagem, o ultrassom com Doppler venoso, que permite a identificação da veia, a quantificação da sua dilatação e se há refluxo ou não na veia. Às vezes, o médico angiologista (médico especialista) consegue fazer o diagnóstico clínico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?