Sabe aquela coceirinha nas pernas? Cuidado! Pode ser problema circulatório!!!

As varizes e vasinhos são vasos doentes, com paredes finas e frágeis. Se existe uma dilatação dos vasos, pode haver aumento de temperatura local, além de processo inflamatório na parede do vaso, o que dá a sensação de coceira.

O sangue permanece estagnado nas veias, em vez de ser forçado através do sistema circulatório de volta para o coração, e desta forma, o paciente pode sentir uma “coceira’’ à medida em que os vasos lutam para mover o sangue. Um sinal desse acúmulo, e um sintoma de alerta de possível insuficiência venosa crônica, é o dano aos pequenos capilares, escurecendo o tecido do vaso sanguíneo e levando ao surgimento de vasinhos.

Com o inchaço das veias sob a derme, ocorre mais inflamação com o extravasamento de fluidos e compressão do tecido circundante. Isto aumenta a coceira e pode provocar úlceras pela manipulação repetitiva da pele pelo paciente. Devido à falta de circulação, os pacientes também desenvolvem um aspecto semelhante a couro na pele, bem como descamação, que podem aumentar o desconforto. A melhora da circulação com o tratamento prescrito pelo médico pode aliviar a coceira e prevenir o desenvolvimento de varizes ou outra doença venosa.

Qualquer sintoma recorrente deve ser relatado ao seu médico, ainda que pareça tão insignificante quanto a coceira. Um sintoma crônico é a maneira de o corpo chamar a atenção para um problema; nenhum sintoma contínuo deve ser ignorado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?