Não há uma idade específica. As varizes surgem em qualquer idade, até mesmo na infância. Mas como isso é possível? Devido aos fatores hereditários. Quando os pais têm varizes, as chances dos filhos desenvolverem o problema é enorme. Nestes casos, não há remédio milagroso para evitá-las, apenas adotar hábitos saudáveis.

As varizes são aquelas veias dilatadas e tortuosas, de coloração azulada, presentes especialmente nos membros inferiores. Apesar de atingir qualquer faixa etária, são mais comuns em idosos por causa do envelhecimento natural. As veias perdem a elasticidade e ficam mais frágeis com o passar dos anos, facilitando o desenvolvimento das varizes.

Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), 70% das pessoas acima dos 70 anos podem ter varizes. É um dos fatores de risco mais determinantes, juntamente com a hereditariedade. Por esses motivos, os cuidados devem ser incentivados desde cedo, ainda na infância.

Acompanhamento é fundamental

As doenças varicosas, de origem genética, devem ser acompanhadas de modo contínuo pelo angiologista ou cirurgião vascular, sobretudo na presença de sintomas, como dor, edema, sensação de cansaço e peso nos membros ou qualquer outro incômodo.

Mesmo a hereditariedade e a idade sendo fatores de risco importantes, é possível prevenir a condição em crianças e adolescentes (idosos também!) com a orientação adequada.

O acompanhamento médico é indispensável no diagnóstico e tratamento. Procure sempre um especialista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?